Estoque de vacinas contra Influenza termina em Conquista


No segundo dia da Campanha de Vacinação contra Influenza, direcionada aos idosos e profissionais da saúde, o estoque se esgotou em Conquista.

A Prefeitura informou que tão logo novos lotes sejam entregues pelo Estado, os pontos estratégicos e as unidades de saúde voltarão a ofertar o serviço normalmente.

Não há motivo para pânico, nem ansiedade, diz a Prefeitura.

 

Vacinação Influenza: Prefeitura desativa pontos estratégicos temporariamente enquanto espera reabastecimento de doses


 

Vacinação no estilo ‘Drive Thru’ no Shopping Conquista Sul Foto: Caique Santos

 

Na tarde desta segunda-feira (23), no primeiro dia da Campanha de Vacinação contra o vírus da Influenza, o posto estratégico montado na Loja Maçônica Cavaleiros do Oriente esgotou o suprimento de doses 01 hora antes do horário previsto de encerramento. Idosos enfrentaram filas e tiveram que voltar pra casa sem a vacina.

A Prefeitura divulgou nota na manhã desta terça-feira informando a suspensão do antedimento nos 8 Pontos Estratégicos: Creches Jurema e Senhorinha Cairo, as Escolas Mário Batista, Antônio Helder, Maria da Conceição Meira, Helena Cristália, Raimundo Bahia, e na Loja Maçônica Cavaleiros do Oriente.  (mais…)

[OPINIÃO]: Temos casos de Covid-19 em Vitória da Conquista ou não?


ARTIGO OPINATIVO
Por DR. LÉO MASCARENHAS – ADVOGADO 

A falta de ação tem provocado minha inquietude, tem me feito ter vontade de gritar, então lá vamos nós…

O momento não merece tensão entre o governo Municipal e o Estadual, principalmente sobre os testes para confirmar o Coronavírus, mas o dia de ontem foi tenso por conta de um áudio  que circulou nas redes sociais de Conquista.

O áudio traz um pedido de socorro de uma senhora para seu esposo. Ela afirma que ele tem todos os sintomas da infecção causada pelo Coronavírus, que estava em São Paulo e que não foi feito o teste para o Covid 19, sem contar que o estado de saúde do senhor tem se agravado.

OUÇA AQUI O ÁUDIO:

Procedimento correto por parte da médica? Sim! Até agora será assim, só serão testados casos graves, apesar da Organização Mundial de Saúde dizer o contrário. É o governo quem determina a conduta e obriga os médicos a seguirem um protocolo contrário ao da OMS, mas qual a consequência disso? Subnotificações e sensação de uma falsa segurança na cidade, principalmente com as declarações do prefeito.

E o prefeito tá errado? Não! Ele não pode vir a público e confirmar algo que não está comprovado, apesar da ausência de confirmação não significar que não temos casos em Conquista.

Mas o prefeito tá certo? Também não, O prefeito com certeza tem elementos suficientes para chegar a público e avisar ao povo que possivelmente temos casos na cidade.

Prefeito, coragem, o senhor pode errar pelo excesso, mas não pode errar pela ausência de coragem, o povo não pode ser avisado da possibilidade do contágio por áudios, isso sim causa pânico.

O senhor pode avisar o povo de forma clara e sem rodeios, aproveitar inclusive para tranquilizar a população, contando todo o seu plano para combater o crescimento do contágio, isso não causará pânico, isso trará segurança.

Senhor prefeito, eu não estou tentando lhe ensinar a governar, estou apenas dizendo que merecemos e queremos um representante que tenha coragem. Sabe por quê?

Porque é sua culpa a feirinha do Bairro Brasil ter lotado nesse último final de semana. Me perdoem os feirantes, não quero o prejuízo de vocês, quero a saúde, para que possam continuar trabalhando sem riscos.

Se as pessoas continuarem achando que Conquista tem uma imunidade natural em razão de um discurso comedido em uma hora tão crítica o final não será feliz.

Um pai nunca deve ter medo de dizer a verdade a seus filhos, a verdade sempre irá protegê-los e agora é hora do prefeito pensar como pai e fazer de Conquista a sua casa.

Perfeito, temos ou não temos a possibilidade de inúmeros casos na cidade? Basta responder e deixar isso bem esclarecido de uma vez por todas.

Dr Léo Mascarenhas é advogado criminalista residente em Vitória da Conquista e colaborador do BCS.

Os textos dos colaboradores não refletem necessariamente a opinião do Blog do Caíque Santos.

Faroeste: Desembargadora Sandra Inês é presa em 5ª fase da Operação junto com filho


DO BAHIA NOTÍCIAS: A desembargadora Sandra Inês Rusciolelli foi presa na manhã desta terça-feira (24), por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Corte determinou a prisão temporária da magistrada e de dois advogados, sendo um deles, o filho dela, Vasco Rusciollelli. A operação a 5ª fase da Faroeste e aconteceu nas cidades de Salvador, em Praia do Forte, além de Rondonópolis, no Mato Grosso.

Operação Faroeste visa desarticular um possível esquema criminoso voltado à venda de decisões judiciais, por juízes e desembargadores, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Os crimes investigados, além de corrupção ativa e passiva, são lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.

 

[VÍDEO]: Enfermeira do HGVC chora pedindo EPI para cuidar de paciente com suspeita de Covid-19; Assista


Uma enfermeira do Hospital de Base em Vitória da Conquista gravou um vídeo fazendo um apelo ao governador Rui Costa para que libere EPI´s (Equipamento de Proteção Individual) para quem trata pacientes suspeitos de estarem contaminados com o Coronavírus.

“Infelizmente nós estamos trabalhando sem EPI´s (Equipamento de Proteção Individual), sem material suficiente, eu fiz um juramento, eu amo a minha profissão (…) Eu queria estar aqui fazendo meu trabalho, mas queria ser coberta pra isso, eu fiz um juramento e de uma forma respeitosa eu venho lhe pedir: Não dê as costas pra nós”, diz

A enfermeira afirma que existe um paciente suspeito no HGVC e que a orientação da direção é que os EPI´s só sejam liberados para casos confirmados de Covid-19. “O senhor acha justo isso, seu governador? Quando for confirmado já estaremos todos infectados”, questiona.

A mulher diz que mora com o pai de 80 anos e uma sobrinha de 6. “Eu posso estar levando o Coronavírus pra eles porque não tem EPI pra eu trabalhar no Hospital do Estado”, chora.

VEJA O VÍDEO

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) afirmou que o controle de distribuição e  utilização dos EPIs têm sido feito dentro dos protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde e que os EPIs reivindicados pela servidora, são específicos para os cuidados com pacientes em situação de isolamento.

O Hospital de Base negou que exista algum paciente com suspeita clínica de infecção pelo novo Coronavírus. (LEIA NOTA COMPLETA NO FINAL DA MATÉRIA)

Decreto estadual autoriza requisição administrativa de EPIs

Um decreto do governo da Bahia, publicado no Diário Oficial do Estado da última quinta-feira (19) determinou a requisição administrativa de equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras cirúrgicas, máscaras de proteção, luvas de procedimento, aventais hospitalares, óculos de proteção e, ainda, antissépticos para higienização.

O decreto autoriza o recolhimento desses materiais nas sedes ou locais de armazenamento dos fabricantes, distribuidores e varejistas.

Médicos e enfermeiros relataram falta de EPIs nas unidades, mas as secretarias rebateram.

A Constituição Federal assegura que, quando há perigos iminentes, o poder público pode se utilizar de propriedades particulares.

No caso do decreto da quinta-feira, o governador Rui Costa afirma que o objetivo é enfrentar a pandemia do coronavírus.

O decreto informa que a requisição administrativa vai ficar em vigência enquanto perdurarem os efeitos da situação de emergência de saúde pública pelo coronavírus. A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) será responsável por fazer um inventário com a relação de todos os bens no prazo de dez dias.

A partir do inventário, será quantificada a indenização a ser paga pelo governo do estado.

LEIA A ÍNTEGRA DA ‘NOTA DE ESCLARECIMENTO’ DO HGVC

O Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) vem por meio da presente nota fazer um esclarecimento em relação ao vídeo publicado por uma Servidora da Unidade veiculado em suas redes sociais. O HGVC não passa por falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), pois o Estado tem suprido as necessidades da Unidade. Diante da pandemia de Coronavírus, o controle de distribuição e a utilização dos EPIs têm sido feito dentro dos protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde. Aproveitando o ensejo para salientar que os EPIs reivindicados pela servidora, são específicos para os cuidados com pacientes em situação de isolamento. Até a presente data não há, no HGVC, nenhum caso confirmado ou suspeita clínica de infecção pelo novo Coronavírus.

Funerária de BH recebe 73 corpos em 72 horas: ‘nunca vi algo assim’, governo atesta não ser COVID-19


Apesar de ainda não haver nenhuma morte confirmada por coronavírus em Minas Gerais, uma funerária de Belo Horizonte recebeu 73 cadáveres entre sexta-feira (20) e domingo (22), sendo que desses, 23 apresentavam sintomas de Covid-19.

Segundo o site Correio Braziliense, os mortos tinham problemas respiratórios graves como “insuficiência respiratória aguda”, “pneumonia crônica” e “pneumonia aspirativa”, sintomas comuns ao pacientes mais afetados pelo novo coronavírus .

A constatação do número de corpos acima da média surgiu a partir de um boletim de ocorrência policial, que mostra que policiais receberam uma denúncia anônima de que a funerária havia recebido 41 corpos em 48 horas. (mais…)

[Covid-19]: Prefeitura admite possibilidade de ‘subnotificação’ de casos; ‘Governo do Estado não envia kits necessários às demandas de Conquista’, acusa


Uma briga entre a Prefeitura de Conquista e o Governo do Estado sobre a quantidade insuficiente de testes para identificar o Coronavírus e a possibilidade de subnotificação de casos revela que a situação de Vitória da Conquista pode ser muito mais grave do que mostram os módicos dados que estão sendo divulgados. 

No domingo (22), a Prefeitura denunciou que a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia não estava disponibilizado para o município a quantidade suficiente de testes para identificar o Coronavírus, causando ‘subnotificação (número de casos menor) sobre o real número de infectados’ na cidade. O texto, de forma subjacente, relacionou o pedido aos conquistenses para ficarem em casa ao fato de não se saber ainda quantos podem estar infectados.

“É importante reforçar que a população de Vitória da Conquista deve realizar o isolamento social como medida de prevenção, uma vez que não está sendo disponibilizado para o município quantidade suficiente de testes pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, o que pode gerar subnotificação sobre o real número de infectados em nosso Município. Por isso, todas as medidas de prevenção precisam ser cumpridas com rigor”, disse nota da Prefeitura no domingo

GOVERNO REBATE À PREFEITURA  (mais…)

Vacinação contra Influenza em idosos começa nesta segunda (23); Confira locais


Além da vacinação nas unidades de saúde da Atenção Básica, as equipes de Imunização também estarão a postos em pontos estratégicos para vacinar o público-alvo, no período de 23 de março a 15 de abril. A estratégia tem o objetivo de reduzir os riscos de transmissão para o Covid-19 e evitar aglomeração de pessoas em busca da vacina apenas dentro das unidades de saúde. A estratégia inclui o Drive Thru que vai possibilitar vacinar o público-alvo dentro do carro e, assim, impede-se que aglomerações sejam formadas. (mais…)

Jequié confirma primeiro caso de Coronavírus


A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, juntamente com os demais órgãos de saúde, informou na noite deste domingo (22) que, dos 12 casos notificados, três foram descartados e, após análises do material coletado pelo Laboratório Central (LACEN), em Salvador, um caso foi confirmado positivo para coronavírus. O paciente já se encontra em isolamento domiciliar.

A Secretaria Municipal de Saúde continua monitorando as ações de combate ao coronavírus, na cidade, enquanto aguarda o resultado dos demais casos notificados e solicita que todas as pessoas fiquem em suas casas, para que, assim, evitem a disseminação do coronavírus.

Ainda nesta noite, Brumado também confirmou seu primeiro caso.

 

Brumado confirma primeiro caso de Coronavírus no município


A Secretaria Municipal de Saúde de Brumado confirmou na noite deste domingo (22), o primeiro caso de Coronavírus na cidade.

Segundo o site Brumado Urgente, o paciente passa bem e está em isolamento residencial, não precisando de internação hospitalar.

A Secretaria não informou as formas de contágio nem o sexo do paciente, mas disse que toda a equipe de saúde está tomando as devidas precauções e monitorando os familiares.