Vírus da morte: Após novas variantes , óbitos por coronavírus estão mais rápidos


Remo Rodrigues era um homem disciplinado. Aos 56 anos, não bebia, não era nem de comer comida pesada e fazia tudo o que podia para preservar a saúde. Já fazia um tempo que trabalhava em formato remoto: era auxiliar administrativo da Embasa e era vigiado de perto por seu irmão gêmeo, Juvenal*, que sempre ao acordar ligava para saber como ele estava e se precisava de alguma coisa.

Juntos, os gêmeos superaram uma série de dificuldades na vida, inclusive a fome. Uma das circunstâncias mais desesperadoras não foi capaz de frear a dupla, sedenta por viver. Juntos eles estudaram, prosperaram e construíram suas famílias – e sempre estavam perto um do outro. Só o coronavírus conseguiu brecar essa união: no último dia 15, três dias após dar entrada no hospital Tereza de Lisieux com saturação oscilando, mas quadro aparentemente estável, Remo morreu por complicações deixadas pela doença. (mais…)


Conquista recebe 10.240 doses da Astrazeneca para 1ª dose; Veja quem pode vacinar


Vitória da Conquista recebeu nesta quarta-feira, 10.240 doses da Astrazeneca/Oxford/ Fiocruz para dar continuidade a vacinação de 1ª dose, que será retomada nesta quinta-feira (27). Com a maior remessa já recebida pelo município, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) incluiu dois novos grupos de portadores de doenças crônicas e condições clínicas especiais: Pessoas com Deficiência Permanente e Pessoas com Obesidade Mórbida com Índice de Massa Corpórea ( IMC ) maior ou igual a 40.

A 1ª dose da vacina de Oxford/Fiocruz estará disponível, de 9h às 16h, no drive-thru da Ufba e nos pontos fixos para pedestres da quadra da Igreja Nova Sião, Escola Municipal Professora Fidelcina Carvalho Santos, Paróquia Rainha da Paz e Salão Paroquial da Santa Luzia. Confira abaixo os grupos que poderão se vacinar amanhã:

– Pessoas com Obesidade Mórbida com Índice de Massa Corpórea ( IMC ) maior ou igual a 40. Para se vacinar, é necessário apresentar relatório médico ou nutricional que comprove o IMC.

– Pessoas com Deficiência Permanente, incluindo: pessoa que tem impedimento de longo prazo, de natureza física, mental, intelectual ou sensorial; limitação motora; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir, enxergar ou com alguma deficiência intelectual que limite as suas atividades habituais. Para esse público, é necessário apresentar documento pessoal com foto, juntamente com algum dos seguintes documentos comprobatórios: laudo médico da rede pública ou privada, cartões de gratuidade no transporte público ou cartão de atendimento em centro de reabilitação.

– Trabalhadores da Educação com idade entre 40 a 59 anos que atuam em Conquista. No momento da vacinação é necessário apresentar o contracheque de abril de 2021.

– Qualquer pessoa, entre 40 a 59 anos, com Diabetes Mellitus ou Hipertensão, desde que atenda os critérios para vacinação*. Como documento comprobatório, deve apresentar relatório médico, receita médica ou cadastro de acompanhamento da Unidade de Saúde de referência.

– Pessoas de 18 a 59 anos com transplante, Síndrome de Down e Imunossupressão**, que devem levar o relatório médico e/ou receita médica para garantir a vacinação.

Todos os públicos incluídos na vacinação devem apresentar o documento pessoal com CPF.

SEGUNDA DOSE – Para aqueles que se vacinaram com a CoronaVac e estão com 2ª dose agendada para retorno no cartão até o dia 27/05, a vacina estará disponível no drive-thru do Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO) e nos pontos fixos para pedestres do Colégio Paulo VI e quadra esportiva da Fainor, de 9h às 16h.

Já para as pessoas que tomaram a 1ª dose da AstraZeneca/Oxford, a 2ª estará disponível, no mesmo horário, no drive-thru do CPRSO e nos pontos fixos para pedestres da quadra da Igreja Nova Sião, Escola Municipal Professora Fidelcina Carvalho Santos, Paróquia Rainha da Paz e Salão Paroquial da Santa Luzia.

*Hipertensão – De acordo a Resolução nº 77 da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), são consideradas hipertensas pessoas com hipertensão arterial resistente (HAR) – quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de 3 ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de 4 ou mais fármacos antihipertensivos; hipertensão arterial estágio 3 – PA sistólica >=180mmHg e/ou diastólica >= 110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade; hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade – PA sistólica entre 140 e 179 mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade.

**Doenças Crônicas – Na imunização de pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais, de 18 a 59 anos, estão incluídos apenas indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente maior de 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses, e neoplasias hematológicas.


“Brasileiros não têm salvação, é muita cachaça”, brinca Papa


Em um momento descontraído no final da audiência geral nesta quarta-feira (26), no Vaticano, o papa Francisco fez uma piada com um grupo de brasileiros.

Ao caminhar pelo pátio de San Damaso, o Pontífice foi abordado pelo padre João Paulo, de Campina Grande (PB), que pediu orações para a população do Brasil. “Santo Padre, reze por nós, brasileiros”, disse.

Francisco, por sua vez, respondeu sorrindo: “Vocês não têm salvação. É muita cachaça e pouca oração”, brincou.

Um vídeo da brincadeira foi publicado nas redes sociais de correspondentes de rádio e televisão do país latino-americano.

Na última segunda-feira (24), o argentino também protagonizou um momento inusitado ao beber chimarrão oferecido pelo jornalista gaúcho Jackson Erpen, durante visita na redação da Rádio Vaticano.


‘Caneta Azul’: Após 48 dias, Diego Gomes é exonerado da Semob e vai para a Emurc; Confira as novas mudanças feitas pela prefeita Sheila Lemos


Em início de mandato, a Prefeita Sheila Lemos continua fazendo remanejamento de gestores nas diversas secretarias

 

Apenas 48 dias após ter assumido a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Diêgo Gomes Rocha foi remanejado pela Prefeita Sheila Lemos para a presidência da Empresa Municipal de Urbanização de Conquista (Emurc) Em seu lugar, foi nomeada, temporariamente, a coordenadora de Trânsito, Tônia Viana Rocha, que responderá cumulativamente pelas duas funções.

Diêgo Gomes assume a diretoria administrativa e financeira da Emurc no lugar de Silvana de Cássia Pereira Alves, que pediu exoneração do cargo de presidente da entidade, que ela exercia interinamente.

Também deixou a Emurc, o engenheiro Gilberto Quadros de Andrade Júnior, sendo substituído por Viviane Santos Moreira, que exercia o cargo de coordenadora de Infraestrutura Viária da Semob.

A Semob é uma das secretarias mais importantes, ainda mais em vista da crise no transporte público de Vitória da Conquista, que perdura desde o primeiro mandato do governo Herzem até o presente momento. A nova licitação do transporte público está suspensa por irregularidades. Os 02 empresas que operam na cidade são alugadas pela Prefeitura, ocasionando prejuízos aos cofres públicos há 02 anos. O transporte clandestino cresce na cidade, sem fiscalização e a licitação para regulamentar o transporte de vans nem mesmo foi elaborada.

Veja o DOM com as mudanças.


Sesab implanta Ambulatório Pós-Covid para idosos


Com o objetivo de reabilitar pessoas idosas, com idade igual ou superior a 60 anos, em situação de alta hospitalar por agravamento da Covid-19 e oferecer apoio matricial para as equipes de saúde que atuam na Atenção Básica, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) implanta o Ambulatório Pós-Covid no Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi).

O ambulatório contará com equipe formada por médico, enfermeiro, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional, além de contar com profissionais de psicologia, nutrição e fonoaudiologia que avaliarão o paciente idoso de forma integral e traçarão um plano terapêutico com foco na funcionalidade.

“Pretendemos reabilitar os idosos, reduzindo as sequelas em decorrência de agravamento da Covid-19, promovendo a funcionalidade após a infecção pela doença”, ressaltou a médica geriatra Mônica Hupsel Frank, diretora do Centro. Para isso, a equipe vai avaliar o desempenho funcional do idoso antes e após instituídas as medidas reabilitadoras, o ganho de massa corporal, a percepção de esforço e o impacto psicológico nos pacientes.

O Centro já está realizando o agendamento através do número (71) 9 9692-4807 (via WhatsApp), o paciente faz o cadastro encaminhando a foto da carteira de identidade, do CPF, do comprovante de residência, do cartão SUS e do relatório de alta hospitalar do internamento pela Covid-19. Para os pacientes que residem no interior, é a equipe da Atenção Básica quem faz o contato e solicita o matriciamento.

Apoio Matricial

O matriciamento disponibilizado pelo Creasi assegura apoio técnico especializado às equipes e profissionais de saúde que atuam na Atenção Básica. “Os profissionais de referência do território e os profissionais do Creasi compartilham os seus saberes, ampliando a resolução dos problemas e o cuidado da pessoa idosa. Contribuindo, assim, para a organização de uma linha de cuidado contínua”, ressalta a diretora do Centro.


Mulher morre de Covid-19 após voltar de ato pró-Bolsonaro em Brasília


Ela está à direita do homem com máscara do Grêmio na imagem em destaque

 

Uma servidora aposentada do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) morreu vítima de Covid-19 poucos dias depois de retornar de Brasília, onde participou das manifestações em apoio a Jair Bolsonaro (sem partido) no último dia 15 de maio. As informações são do RDNews.

Jane Toniazzo morava em Campo Novo do Parecis, a 391 km de Cuiabá, e foi até Brasília com os filhos em um ônibus pago pelo Sindicato Rural do município, em 13 de maio. A viagem também foi patrocinada pela Aprosoja e incentivada pelo prefeito Rafael Machado e pelo vice Toninho Brolio, os dois do PSL.

Em imagens publicadas nas redes sociais no dia do ato pró-Bolsonaro, sábado, 15 de maio, a servidora aparece sem máscara.

Nas redes sociais, Jane Toniazzo defendia o kit Covid, que conta com medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença causada pelo coronavírus, e atacava adversários políticos de Bolsonaro.

Segundo o RDNews, há relatos de participantes do Movimento Brasil Verde e Amarelo de outros municípios de MT infectados pelo vírus após retornarem da manifestação.

Fonte: Metrópoles

 

 


Estudo reforça ligação entre vacina da Oxford/AstraZeneca e episódios de trombose


Especialistas em AVC do Reino Unido descreveram em detalhes, pela primeira vez, a relação de coágulos arteriais em jovens adultos com a vacina contra Covid-19 da Oxford/AstraZeneca. O artigo, liderado por David Werring do Stroke Research Center, UCL Queen Square Institute of Neurology, foi publicado em formato de carta na versão online do Journal of Neurology Neurosurgery & Psychiatry.

Apesar da correlação dos casos, um dos autores, Hugh Markus, do Departamento de Neurociências Clínicas da Universidade de Cambridge, lembra que “esses efeitos colaterais são raros e muito menos comuns do que a trombose venosa cerebral e acidente vascular cerebral isquêmico associado à própria infecção por Covid-19”.

Além disso, o uso da vacina foi apoiado pela Organização Mundial da Saúde e pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA). Esta última fez uma avaliação técnica e considerou o imunizante seguro e eficaz.

A carta descreve três casos. A primeira paciente, uma mulher na casa dos 30 anos, teve uma dor de cabeça intermitente no lado direito e ao redor dos olhos seis dias após a vacina. Cinco dias depois, ela acordou com sonolência e fraqueza no rosto, braço e perna esquerdos.

Exames revelaram uma artéria cerebral bloqueada com infarto cerebral e coágulos de sangue em uma veia. Ela foi submetida a uma cirurgia no cérebro para reduzir a pressão em seu crânio, remoção e reposição de plasma, e recebeu um anticoagulante, mas faleceu.

A segunda paciente, uma mulher com quase 30 anos, apresentou dor de cabeça, confusão, fraqueza no braço esquerdo e perda de visão no lado esquerdo 12 dias após ter recebido a vacina.

A imagem mostrou bloqueios em vários vasos, incluindo ambas as artérias carótidas (o principal suprimento de sangue para os hemisférios do cérebro) e artérias que irrigam o coração e os pulmões (embolia pulmonar).

A contagem de plaquetas da paciente aumentou após a remoção e reposição do plasma e corticosteróides intravenosos. Ela então recebeu medicamentos e melhorou.

O terceiro caso, um homem com cerca de 40 anos, apresentou problemas de fala e compreensão da linguagem (disfasia) três semanas depois da aplicação da vacina. Exames mostraram um coágulo na artéria cerebral média esquerda, mas não havia evidência de coágulos nos seios venosos cerebrais. Ele recebeu uma transfusão de plaquetas e plasma e fondaparinux, e permanece estável.

Segundo os pesquisadores, as pessoas que sofreram esta forma incomum de acidente vascular cerebral (trombose do seio venoso cerebral) também tiveram baixa contagem de plaquetas (trombocitopenia) e anticorpos contra o fator plaquetário 4 (PF4) — proteínas que ajudam a formar coágulos.

“Pacientes jovens que apresentam AVC isquêmico após receberem a vacina Oxford-AstraZeneca devem ser avaliados urgentemente para VITT com testes laboratoriais (incluindo contagem de plaquetas, dímeros D, fibrinogênio e anticorpos anti-PF4) e gerenciados por uma equipe multidisciplinar (hematologia , neurologia, acidente vascular cerebral, neurocirurgia, neurorradiologia) para acesso rápido a tratamentos, incluindo imunoglobulina intravenosa, metilprednisolona, ​​plasmaférese e anticoagulantes não hepáticos, por exemplo fondaparinux, argatroban ou anticoagulantes orais diretos”, dizem os autores.

FONTE: IG


Covid-19: Prefeitura explica porque ainda não iniciou imunização de gestantes em Conquista


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclareceu por meio de nota que a vacinação das gestantes e puérperas ainda não foi iniciada na cidade, pois a única vacina disponível no município, destinada à 1ª dose, é a AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, no entanto, a administração desse imunizante foi suspensa, temporariamente, para vacinação de gestantes e puérperas, após determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde, por meio da Nota Técnica Nº 651/2021.

A medida foi tomada pelo ministério após um caso de evento adverso em uma gestante que recebeu a 1ª dose no estado do Rio de Janeiro e desenvolveu complicações que a levaram a óbito. Agora, a orientação é que as gestantes e puérperas sejam vacinadas apenas com as vacinas CoronaVac, do Instituto Butantan, ou Pfizer, que ainda não foi recebida pelo município.

A SMS afirma que obedece a determinação e aguarda que o Governo do Estado encaminhe uma nova remessa de doses da CoronaVac, destinadas para primeira aplicação, para que seja iniciada o quanto antes a vacinação das gestantes e puérperas. As últimas reposições da Coronavac recebidas pelo município ocorreram no dia 8 de maio, com 2.580 doses, e no dia 25 de maio, com 2.220 doses, destinadas apenas para as pessoas que estavam com a 2ª dose em atraso.

A nota do Ministério da Saúde determina, ainda, que a vacinação das gestantes e puérperas deverá ser condicionada a prescrição médica, após avaliação individualizada de risco/benefício e que a gestante ou puérpera que já tenha recebido a primeira dose da vacina do laboratório Fiocruz, aguarde até o final da gestação e puerpério (45 dias pós-parto) para então receber a segunda dose.

LACTANTES – Sobre a vacinação das lactantes, incluídas como grupo prioritário na última Resolução CIB nº 85/2021, a diretora de Vigilância em Saúde do município, Ana Maria Ferraz, explica que “o município ainda não recebeu vacinas destinadas a este grupo específico. Apesar da resolução trazer, de uma forma geral, todos os grupos prioritários e recomendar a vacinação deles, a execução da vacinação só pode acontecer mediante o que vem recomendado nas notas fiscais das remessas das vacinas”, esclareceu.


Boletim Covid-19: Conquista registra mais um óbito e 120 novos casos


Nas últimas 24 horas, foram confirmados 120 novos casos de Covid-19 e agora o município contabiliza 28.662 pessoas que tiveram diagnóstico positivo de infecção pelo novo coronavírus, desde 31 de março do ano passado. Do total, 27.868 estão recuperadas e 319 estão em recuperação, 53 internadas em Vitória da Conquista e 266 em tratamento domiciliar.

Ainda há 2.586 casos notificados por suspeita de infecção pela Covid-19 que aguardam classificação final por investigação clínico-epidemiológico e/ou laboratorial.

Nesta terça-feira (25), foi confirmado o óbito, em decorrência de complicações da Covid-19, somando, até o momento, 475 falecimentos de moradores do município.

475º óbito – Mulher de 91 anos, moradora do bairro Boa Vista, portadora de Hipertensão Arterial. Óbito ocorreu hoje.

Ocupação de Leitos – Neste momento, 109 pacientes estão internados em parte dos 148 leitos disponíveis (78 enfermarias e 70 leitos de UTI) na rede SUS para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus.

Além de moradores de Vitória da Conquista, também estão internados residentes dos seguintes municípios: Anagé, Barra da Estiva, Barra do Choça, Boquira, Brumado, Caatiba, Condeúba, Dom Basílio, Guanambi, Ibicoara, Iguaí, Ipiaú, Itambé, Itapetinga, Itororó, Ituaçu, Jacaraci, Jânio Quadros, Livramento de Nossa Senhora, Maetinga, Nova Canaã, Pindai, Planalto, Poções, Rio do Antônio, Rio do Pires, Tanhaçu e Tremedal, além de São Paulo – SP.

Clique aqui para acessar o boletim epidemiológico completo.

Call Center –A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

Telefones fixos: (77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
Celulares: (77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
Call Center Noturno: (77) 98856-3397/98856-5268


ACM Neto participará da inauguração da ‘Estação de Transbordo Herzem Gusmão’, diz jornalista


De acordo com o colunista político Levi Vasconcelos, após passar dois dias na Chapada Diamantina, semana passada, ACM Neto (DEM) vai a Vitória da Conquista no próximo dia 2 de Junho, para, ao lado da prefeita Sheila Lemos (MDB), inaugurar a Estação de Transbordo Herzem Gusmão, em homenagem ao ex-prefeito da cidade, que faleceu vítima de Covid-19.

Depois de Conquista, Neto vai dia 12 a Guanambi, onde o prefeito, Nilo Coelho (PSDB), também é amigo. As viagens só vão parar em 2022.