Opinião: Comunicação social. O que esperar dela?


Por André Ferraro

“Melhor culpar a comunicação por não conseguir falar só das coisas boas, e esconder todas essas ruins. Resolver os problemas é muito mais difícil que falar. Ou como diria minha avó: destruir é fácil, difícil mesmo é construir” – Ferraro

Culpar a comunicação pelas agruras de um governo é mais velho que a democracia. Os profissionais da área se deparam com isso todos os dias. João Henrique, por exemplo, o tenebroso ex-prefeito de Salvador, trocou sua equipe pelo menos 5 vezes durante seus mandatos. Acreditava religiosa e messianicamente que suas pequenas ações faziam um grande governo, como afirmava no slogan. Não tinha pesquisa que o convencesse do contrário. Deu no que deu: o pior governo da história da capital, junto com o do radialista Fernando José.

Se a cidade está cheia de buracos, se falta merenda, se faltam médicos e remédios, se não tem pneu ou asfalto, se a coleta de lixo ficou cara, se ônibus velhos circulam e quebram a todo instante, ou se o burocrata empoderado causa a morte de alguém por falta de ambulância, o que fazer? Pra quê complicar e reconhecer os problemas? Ora, melhor culpar a comunicação por não conseguir falar só das coisas boas, e esconder todas essas ruins. Resolver os problemas é muito mais difícil que falar. Ou como diria minha avó: destruir é fácil, difícil mesmo é construir. (mais…)

Polícia Federal faz buscas na casa de Marcelo Nilo e de sua irmã


A Polícia Federal realiza, na manhã desta quarta-feira (13), uma operação na residência do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PSL), segundo a TV Bahia.

Ainda conforme informações da TV Bahia, a PF está na residência da irmã do deputado, na Avenida Cardeal da Silva, no bairro da Federação, e na casa do parlamentar, no Horto Florestal.

Mais informações em instante

Abandonado por Temer, Geddel pode fazer delação premiada


O ex-ministro Geddel Vieira Lima pode ser o próximo a integrar a lista de delatores junto ao Ministério Público Federal (MPF). Segundo informações divulgadas pela jornalista Delis Ortiz, da TV Globo, ele estaria indignado com a indiferença do presidente Michel Temer em relação à sua prisão e por isso estaria disposto a contribuir com a Justiça, admitindo crimes e detalhando eventuais esquemas de corrupção em troca de redução na pena. Geddel voltou a cumprir pena em regime fechado na última sexta-feira (8) após ser detido pela Polícia Federal em um apartamento em Salvador, onde cumpria prisão domiciliar. (Fonte: Bahia Notícias)

Sem Geddel, Herzem defende liderança de Lúcio Viera Lima


Foto por: Redação BNews

A crise que se instalou no PMDB baiano, após a Polícia Federal encontrar R$ 51 milhões num apartamento emprestado ao ex-ministro de Michel Temer, foi o tema do encontro em Salvador, nesta terça (12) entre o Prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão e figuras importantes do partido.

Segundo informações do jornalista Bruno Luiz (Bahia Notícias), na reunião, o prefeito de Vitória da Conquista, defendeu a entrada de figuras como Nilo Coelho, Arthur Maia e o deputado Benito Gama. O prefeito também defendeu a liderança do deputado federal Lúcio Vieira Lima, que atualmente preside o diretório do PMDB em Salvador. O prefeito de Conquista é um dos poucos “grandes” que mostra lealdade aos Vieira Lima. Internamente, figuras da sigla têm defendido o afastamento de Lúcio do posto, como forma de retirar o comando do partido das mãos da família Vieira Lima, mas para Gusmão, “a presença de Lúcio é fundamental”, declarou. (mais…)

COM ÁUDIO: O fisiologismo do governo Herzem


Em entrevista cedida exclusivamente a mim, para o programa Jornal da Cidade, da Clube FM, o prefeito admitiu que não apita nada no que diz respeito a escolha dos Secretários de Agricultura e Educação. “Quando nós ganhamos as eleições, o grande projeto eleger Neto em 2018, nós estregamos as duas secretarias (educação e agricultura), não a Arlindo nem a Marcelo, mas ao PSDB e ao DEM (…) e essa mudança agora é uma solicitação do PSDB”, disse Herzem. (mais…)

Como o jornalista Herzem Gusmão avaliaria o atual Prefeito?


Foto: Blog da Resenha Geral

Meu blog é um dos poucos que tem total isenção e serenidade para criticar ou elogiar o Governo Herzem Gusmão. Também me sinto à vontade para criticar os colegas jornalistas e os blogueiros locais.  Afinal, não sou como os blogueiros “viúvas do PT”,que vivem destilando seu eterno repúdio e rancor contra o governo do “Pereira”.

Sim, “Pereira” é a forma que esses “jornalistas” escolheram para “pirraçar” o radialista-prefeito. Ainda se apresentam como jornalistas “imparciais” que estão “em defesa do povo”. Na verdade, boa porte dos blogueiros e jornalistas de Conquista, inclusive alguns “famosos”, estão do lado de algum grupo político. O fato é que a falta de verbas do governo Herzem para financiar a imprensa de Conquista, misturado ao um secretariado desunido e falhas na comunicação, transformou o outrora formador de opinião na principal notícia da imprensa local, tanto a imprensa séria, quando a picareta.

Tudo começou com as fraldas para os cavalos. Depois a proibição de ônibus intermunicipais desembarcarem passageiros nos locais tradicionais. Os buracos na cidade. Cadeiras de dentistas quebradas nos postos de saúde. Cai secretário. Entra secretário. Prefeito disse. Prefeito volta atrás. Prefeito se cala.

Assim que eu fiz a exclusiva e bombástica entrevista com o então secretário de comunicação, André Ferraro, no mesmo dia, solicitei junto à Secom uma exclusiva com o prefeito, para que ele respondesse ao público algumas dúvidas suscitadas pelo extenso e emocionado depoimento de Ferraro. Nada. Até hoje. Nada, O prefeito e jornalista, não quis ajudar o colega Caique Santos.

Sendo assim, fico aqui imaginando, como seria que o radialista Herzem trataria todas essas polêmicas, se fossem protagonizadas pelo anterior prefeito Guilherme Menezes? Com certeza com muitas críticas. Exaltados editoriais, daqueles que o ouvinte chega tem vontade de após o final levantar da cadeira e dar um chute na porta, de revolta. Acho que o Herzem jornalista criticaria a Secom. Criticaria os secretários, os erros e proclamaria o total e inexorável fim de um governo que mal nasceu. Quase a morte de um bebê que nasceu prematuro. Mas tudo isso é apenas um exercício de imaginação. Não sabemos o que o jornalista Herzem falaria do Prefeito Herzem, mas podemos imaginar.

PT e PMDB de novo? Renan sobe no palanque de Lula e ensaia aliança em 2018


No primeiro evento em Alagoas, o ex-presidente Lula subiu no palanque ao lado do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e do governador Renan Filho.

Em sua fala, Renan criticou Michel Temer por cortar recursos do Bolsa-Família. “O governo do Lula é o governo do povo, para o povo. Diferente do governo atual, que vai elevar o rombo para R$ 150 bilhões, cortando recursos para o Bolsa Família”, disse Renan.

“Lula consagrou os avanços sociais dos últimos tempos no nosso país e elevou o Brasil à condições ade um país que melhorou a vida de seu povo. O governo do Lula é um governo do povo e para o povo, e o Brasil experimentou os seus resultados”, acrescentou o senador do PMDB. (mais…)

COM ÁUDIO: Reforma Tributária vai retirar todos os impostos sobre alimentos e remédios, diz relator


A reforma Tributária voltou a ser discutida na Câmara dos Deputados após cinco meses parada. O relator do tema em comissão especial, deputado Federal Luiz Carlos Hauly, do PSDB paranaense, apresentou nesta terça-feira (22) a primeira versão do texto com as propostas que devem fazer parte do relatório final.A princípio, a reforma Tributária prevê a extinção de impostos sobre o consumo, como o ICMS, ISS e o IOF, e acaba com a tributação sobre produtos alimentícios e remédios, como explica o deputado Luiz Carlos Hauly.

“Nós vamos tirar todo o imposto de todo tipo de comida e de todo tipo de remédio. Vai ser zero. Então, uma família de R$ 2.000 reais que gasta R$ 1.200 por mês em comida e remédio, hipoteticamente, ela teria uma diminuição de 33%, 34% em impostos. Daria um ganho de R$ 400.”

Ouça a matéria aqui:

O texto da reforma Tributária pretende reunir os impostos pagos hoje em apenas dois: O Imposto Sobre Valor Agregado, o IVA, e o Imposto Seletivo, que devem incidir sobre o preço da energia elétrica, dos combustíveis e eletroeletrônicos, por exemplo.Os impostos cobrados sobre propriedades, como IPTU e IPVA, vão continuar a existir sob a responsabilidade dos municípios. (mais…)

A nova roupa do Rei de Conquista: Uma análise sobre a demissão do Secretário de Comunicação André Ferraro


Por Edgard Neto

O governo do prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão Pereira, apresenta sofrer de uma doença progressiva: “a de não estar sabendo se comunicar”. E o diagnóstico foi feito por ninguém menos que um de seus mais próximos secretários: André Ferraro, que, após uma entrevista ao jornalista Caíque Santos no programa Sudoeste Agora, na última segunda – feira, teve sua exoneração publicada em tempo recorde.

Diz o ditado: “A mulher de César não basta ser honesta, tem que parecer honesta”. Se o governo Gusmão não está sabendo fazer a comunicação política e institucional adequada, por outro lado tem servido um prato cheio às críticas dos seus opositores. Mesmo fazendo, até então, um “excelente governo” nas palavras do próprio Ferraro, a falta de respaldo do prefeito ao veículo oficial de comunicação da prefeitura, a SECOM, tem sido facilmente suprimida e substituída por uma enxurrada de hoaxes proliferados em blogs e mídias sociais. (mais…)

Conheça os parlamentares eleitos graças ao patrocínio de grandes devedores


Para se elegerem, boa parte dos parlamentares do Congresso Nacional tiveram suas campanhas financiadas por pessoas físicas e jurídicas devedoras da União. É o que revela levantamento divulgado pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional – SINPROFAZ, com base em dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O que chama ainda mais a atenção é que esses mesmos parlamentares formaram a Comissão Mista que analisou a Medida Provisória 783, relativa ao novo Refis, e aprovaram descontos de quase 100% em juros, multas e encargos para os devedores que aderirem ao refinanciamento.
Saiba quem foram os devedores da União que financiaram campanhas eleitorais de candidatos ao cargo de Deputado Federal.
Saiba quem foram os devedores da União que financiaram campanhas eleitorais de candidatos ao cargo de Senador da República.

(mais…)