Sem aval da Saúde, Bolsonaro facilita abertura de salões e academias


O presidente Jair Bolsonaro declarou que assinou decreto para ampliar os serviços considerados essenciais, o que, na prática, não permite que sejam fechados por decisão dos governadores e prefeitos nem mesmo durante a pandemia do novo coronavírus. O presidente afirmou que serão inclusas as academias de ginástica, os salões de beleza e as barbearias neste decreto.

“A questão da vida tem que ser tratada paralelamente à questão do emprego. Sem economia não tem vida”, disse Bolsonaro.

No domingo (10), o chefe do Executivo havia afirmado que iria criar decretos para abrir o comércio novamente. “Amanhã, devo botar mais algumas profissões como essenciais, aí. Já que não querem abrir, vou eu abrindo”, declarou na entrada do Palácio da Alvorada.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, foi pego de surpresa com essa declaração do presidente. Durante coletiva de imprensa ele foi questionado sobre o decreto e afirmou que não foi consultado sobre o assunto. “Essa é uma responsabilidade do Ministério da Economia”, disse Teich.

O ministro, entretanto, ressaltou que é necessário pensar em como trabalhar essa reabertura para não colocar em risco a vida da população. Quando questionado se deveria ter sido consultado para orientar a Economia como deveria agir para essa reabertura, Teich limitou a dizer que está a disposição e que mudanças podem ser feitas no meio do caminho.

Fonte: Congresso em Foco

[Coronavírus]: Prefeitura e PM interditam 9 botecos na Zona Rural de Conquista


Neste final de semana, a gerência de Posturas da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, com apoio da Polícia Militar, realizou fiscalização na zona rural de Vitória da Conquista. No sábado e no domingo, a equipe fez ronda na região dos povoados de Barrocas, Capinal e Limeira. Ao todo, foram interditados nove bares que estavam descumprindo os decretos municipais que proíbem o funcionamento desse tipo de estabelecimento, devido à pandemia do novo coronavírus.

“Enviamos uma equipe a esses locais devido à quantidade de reclamações que recebemos nos últimos dias”, explica o secretário Luís Paulo Sousa. Segundo ele, a população tem colaborado denunciando os estabelecimentos que estão em situação de infração, não cooperando com o isolamento social e provocando aglomerações. “A demanda tem aumentado para a fiscalização, mas isso é bom, pois significa que as pessoas estão mais conscientes sobre a importância do isolamento social”, completou.

Durante a abordagem, os fiscais observavam o tipo de serviço ofertado, se havia infração, orientavam os comerciantes sobre o funcionamento e as medidas preventivas para evitar a Covid-19. Os bares que também funcionam como mercearia, o que é típico na zona rural, podem funcionar desde que o atendimento seja restrito à porta do estabelecimento.

Nove estabelecimentos foram interditados

Ao longo da semana, a fiscalização de Posturas tem atuado em regime de plantão para atender as denúncias e garantir o cumprimento do que estabelece o decreto municipal. Para realizar uma denúncia, o cidadão deve entrar em contato com o setor por um desses telefones: (77) 3420-7009 / 3420-7010 / 98856-4737 (Whatsapp).

Confira a lista dos estabelecimentos que estão permitidos a funcionar em pmvc.ba.gov.br/coronavirus.

Bahia tem 250 novos casos de coronavírus e mais 12 mortes em 24 horas


A Bahia registrou, até às 18h desta segunda-feira (11), o total de 5.808 casos confirmados de Covid-19, o que representa 28,54% do total de casos notificados no estado. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), no boletim das 18h.

Com isso, nas últimas 24 horas, foram registrados 250 novos casos confirmados de coronavírus – de ontem para hoje o número de casos subiu de 5.558 para 5.808. Já o número de mortos passou de 202 para 214.

Considerando o número de 1.436 pacientes recuperados e 214 óbitos, 4.158 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. (mais…)


[Conquista]: Mais 04 casos de Covid-19 são confirmados nesta segunda (11) e número sobe para 49


Foram confirmados mais quatro casos de Coronavírus em Vitória da Conquista, totalizando 49 pessoas infectadas pelo vírus, até às 17h desta segunda-feira (11). De acordo com informações do Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, das pessoas que tiveram confirmação de exame para Coronavírus, 33 evoluíram para cura e quatro para óbito. Outros 12 pacientes continuam em recuperação, sendo que dois deles estão internados e 10 em isolamento domiciliar.

No dia de hoje, também foi divulgado o resultado de uma pessoa que faleceu com suspeita de Coronavírus na última terça-feira, 5 de maio. O  resultado foi negativo para a Covid-19.

Até o momento, foram registrados 817 casos notificados com suspeita clínica e epidemiológica de infecção pelo Novo Coronavírus no município. 639 casos foram descartados e 129 estão sendo investigados, sendo que 69 pessoas aguardam resultado laboratorial e 60 aguardam coleta de amostra.

Do total de pacientes que aguardam resultado ou coleta, cinco encontram-se internados, 123 estão em isolamento domiciliar e um foi a óbito no último domingo (10). Neste último  caso, a coleta foi realizada e ainda aguarda o resultado do exame que é realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública, em Salvador.

Os pacientes que testaram positivo para Coronavírus são residentes de 18 bairros do município: Morada dos Pássaros, Cidade Maravilhosa, Vila América, Centro, Campinhos, Brasil, São Vicente, Patagônia, Recreio, Alto Maron, Urbis VI, Boa Vista, Candeias, Primavera, Lagoa das Flores, Sumaré, Guarani e Santa Cruz.

Desde o dia 20 de março, a transmissão do novo coronavírus é considerada comunitária em todo o território nacional e, por esse motivo, as definições operacionais passaram a ser definidas na  Nota Técnica COE Saúde Nº 54 de 8 de abril de 2020, da Secretaria de Saúde do Estado.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem febre de início súbito, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou dificuldade respiratória, na ausência de outro diagnóstico específico. Em crianças com menos de 2 anos de idade, considera-se também a coriza e a obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.

Contatos:

  • Telefones fixos: (77) 3429-7451/3429-7434/3429-7436
  • Celulares: (77) 98834-9988/98834-9900/98834-9977/98834-9911

Bolsonaro diz que mostrar alta de gastos com cartão corporativo é ‘falta de caráter dessa imprensa’


O presidente Jair Bolsonaro voltou nesta segunda-feira, 11, a justificar a alta nos gastos sigilosos com cartão corporativo neste início do ano com despesas da operação que resgatou brasileiros em Wuhan, na China, em fevereiro deste ano, quando o país asiático era o epicentro do novo coronavírus. Como mostrou ontem o Estadãoa fatura dos quatro primeiros meses de 2020 foi de R$ 3,76 milhões, o dobro da média do que foi pago no mesmo período nos últimos cinco anos.

“O que eu posso falar da China é que ontem a imprensa, como sempre, dá licença aí, a imprensa como sempre criticando o cartão corporativo”, afirmou o presidente, em frente ao Palácio da Alvorada, a uma apoiadora que o questionou se o país asiático escondia dados sobre o coronavírus. “Parte da operação da China, três avião da FAB, por ser avião militar, foi financiado com cartão corporativo meu. Apareceu eu usando o cartão para fazer festa. Falta de caráter e de responsabilidade dessa imprensa aí.”

Jair Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro, de máscara, conversa com simpatizantes na porta do Palácio da Alvorada nesta segunda, 11/5 Foto: Dida Sampaio/Estadão

Os gastos com a operação que trouxe de volta ao País 34 brasileiros estão em sigilo. Em resposta à reportagem na semana passada, o Palácio do Planalto deu uma versão diferente do que afirmou Bolsonaro como principal motivo para justificar o aumento.

Sem dar detalhes, a assessoria de imprensa da Secretaria-Geral da Presidência  – órgão responsável pela gestão dos cartões corporativos – informou que a maior parte das despesas neste ano está relacionada às viagens presidenciais em território nacional e viagens internacionais. Neste ano, o presidente esteve na Índia em janeiro, participou da posse do presidente do Uruguai, no início de março e, no mesmo mês, viajou com uma comitiva de 31 pessoas aos Estados Unidos.

O cálculo que aponta o gasto de R$ 3,76 milhões leva em conta apenas os valores vinculados à Secretaria Especial de Administração, que é responsável por despesas do presidente e de sua família, das residências oficiais e gastos corriqueiros – material de escritório, por exemplo. Quando considerados outros órgãos vinculados à Presidência da República, como o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o valor salta para R$ 7,55 milhões neste início de ano  –aumento de 91% em relação à média do mesmo período.

 

Na mesma resposta dada na semana passada, a Secretaria-Geral chegou a citar o aumento a despesas com a operação na China, mas sem detalhar qual órgão foi responsável pelos gastos.

Brasileiros chegam de Wuhan, na China, a Anápolis
Grupo de brasileiros repatriados chegando de Wuhan, na China, à Base Aérea Militar de Anápolis (GO) Foto: Dida Sampaio / Estadão

“Dentre os valores que compõem a despesa de março/2020 do Portal da Transparência, está o pagamento das faturas dos serviços de apoio de solo e comissária aérea na viagem para a China, realizada em fevereiro de 2020, para o resgate de 34 brasileiros isolados em Wuhan, na China, em razão do surto epidemiológico inicial do covid-19 (Operação Regresso)”, diz nota enviada na semana passada.

Em resposta posterior à reportagem, o Palácio do Planalto informou que o GSI havia classificado os gastos com a operação na China como de acesso restrito, motivo pelo qual eles foram mantidos em sigilo.

Coordenada pelo Ministério da Defesa, a Operação Regresso à Pátria Amada Brasil ocorreu entre 5 e 9 de fevereiro, fase do envio e retorno dos aviões, e seguiu com mais 14 dias de confinamento dos resgatados na Base Aérea de Anápolis (GO). Documentos do Comando da Aeronáutica revelados pelo Estadão em março mostraram que a operação custou R$ 4,6 milhões aos cofres públicos  –valor que não incluía os gastos colocados em sigilo pelo GSI.

Procurado nesta segunda-feira, o Palácio do Planalto não se manifestou.

[Embasa]: Operação combate fraudes em condomínios e loteamentos de Vitória da Conquista


A Embasa, apresentou, no final do mês de abril, os resultados da primeira etapa da operação de combate a fraudes em 22 condomínios e loteamentos do município, realizada em 2020. A ação resultou na identificação de 32 imóveis irregulares, dos quais 27 localizados em áreas de classe média alta, a recuperação de 5.271 metros cúbicos de água, além de multas e juros de aproximadamente R$70 mil.

Do total de irregularidades constatadas, oito proprietários de imóveis foram identificados e notificados, dos quais cinco já negociaram o debito e regularizaram a situação. Os proprietários dos demais imóveis ainda estão sendo identificados com o apoio da administração de alguns dos condomínios e imobiliárias da cidade. Além de quitar os débitos, os proprietários deverão ressarcir à Embasa o valor correspondente ao desvio de água em período calculado pela Supervisão Comercial. (mais…)

‘Uber Flash’: Como usar o serviço de entrega de itens pessoais do Uber


Por conta da quarentena adotada em grande parte do País, o Uber lançou no Brasil uma nova categoria de viagem pelo aplicativo: o Uber Flash. A diferença entre essa modalidade e as outras é que, em vez de você fazer uma corrida para outro lugar, você pode enviar um item ou artigo pessoal, um presente, um pacote ou um documento para outra pessoa, desde que sejam de porte pequeno ou médio.

O novo serviço já está disponível a partir desta segunda-feira, 11, a princípio para apenas cinco regiões metropolitanas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador. O preço do envio é o mesmo de uma viagem UberX.

Segundo a Uber, essa novidade visa colaborar com o distanciamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus e, ao mesmo tempo, trazer uma nova opção de complementação de renda para os motoristas parceiros do aplicativo. (mais…)

Conquista tem mais de 2.500 casos notificados de Dengue, Zika e Chikungunya


A partir de hoje (11), a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Controle de Endemias, vai divulgar o boletim semanal para informar a população sobre as notificações de casos de Dengue, Zika e Chikungunya – doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti – em Vitória da Conquista. As informações  do primeiro boletim dizem respeito à 19º semana epidemiológica de 2020, que corresponde ao período de janeiro a 8 de maio de 2020.

De acordo com o levantamento de dados, foram notificados 2.498 casos suspeitos de Dengue, Zika ou Chikungunya:

Dengue – foram registrados 1.923 casos notificados para suspeita de dengue, sendo 212 confirmados, 56 descartados e 200 apresentaram diagnóstico inconclusivo em relação a doença. Outros 1.240 pacientes aguardam resultado laboratorial. Quanto aos óbitos, foram registrados dois falecimentos por dengue grave hemorrágica no município, de moradoras dos bairros Alto Maron e Guarani. (mais…)

Rui Costa afirma que finanças da Bahia estão na ‘UTI, respirando com ajuda de aparelhos’


O governador Rui Costa (PT) disse nesta segunda-feira (11) que as finanças da Bahia estão na “UTI, respirando com a ajuda de aparelhos”. A declaração foi dada em entrevista a rádios do interior do estado.

Questionado se o governo teria condições de arcar com os salários dos servidores estaduais, o petista disse que o pagamento dos meses de maio e junho estão garantidos, mas disse não saber como será no futuro. (mais…)


Prefeitos podem adiar pagamento da Previdência e deixar rombo de R$ 18 bi


O Congresso Nacional abriu uma brecha para que as prefeituras possam suspender o pagamento de sua parte na contribuição previdenciária aos regimes próprios de servidores municipais de março a dezembro de 2020. Se todos os municípios elegíveis aderirem, 2,1 mil prefeitos jogarão para os sucessores uma bomba de R$ 18,5 bilhões.

Votação virtual no Senado Federal
Área técnica do governo deve pedir veto a dispositivo aprovado pelo Senado no projeto de socorro a Estados Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O problema é que muitos desses regimes previdenciários já estão desequilibrados, e o Ministério da Economia vê risco até de faltar dinheiro para o pagamento de benefícios.

O dispositivo foi inserido pelo Senado Federal no projeto de socorro aos Estados e municípios, aprovado por senadores e deputados e que agora está na mesa do presidente Jair Bolsonaro para sanção. A área técnica deve recomendar veto ao presidente, segundo apurou o Estadão/Broadcast, mas o Planalto pode ou não acolher a orientação. Um veto também pode ser derrubado no Congresso Nacional. (mais…)